11/10/2010

Distorção à busca

Image and video hosting by TinyPic


Teimosa, pensadora e principalmente interrogadora de questões internas, em busca de uma posição fixa acerca do que sente, podia-se assim resumir a mesma. Ocupada por uma infelicidade que a visitava ocasionalmente, mas que ela preferia trocar por qualquer outra coisa, pra poder sorrir. Contraditória, extremista, possuídora de uma biblioteca pensante vasta proveniente de uma longa jornada em busca de explicações sobre o famoso sentimento tão questionado pela mesma. Duas pessoas, lado a lado, que não se concretizavam numa soma de mais, já que a única coisa somante nessa relação seriam as incompreensões. Mas a nostalgia, toma o lugar do vazio de lembranças, que nem sempre seriam as melhores, mas as que preenchiam o lugar desocupado, em busca de novos horizontes e destinos, mas que se prendia com uma corda, daquilo que de fato, parecia ainda não ter tido fim. Nessa brincadeira incessante de cabo de guerra, de um lado, o seu passado insistente e do outro, um futuro esperado, perceptívelmente desapontado por não ter forças suficientes pra vencer aquilo que ficou pra trás. Nessa história, ela se encontrava parada no meio, na dúvida, afogada pelos seus pensamentos antagonicos, em busca de uma conclusão, quase inexesistencial, por tanta complexidade presente em um único sentimento. Não podemos negar, que ela gostava muito da pessoa que era quando estava ao lado dele, porém, andar sempre com um pé atrás, vislumbrando que tal futuro prometido sem forças, do outro lado da corda, poderia lhe fazer melhor, não era nada fácil. Ideias paradoxias, antagônicas, indecisão talvez, fosse a palavra certa. No meio de tanta contradição e complexidade, tal rosto reflete sua tentativa frustrada de se conformar interinamente com aquilo que tem certeza que não mudará. Imaturidade por parte dele é o que não falta, e só tende a acrescentar mais insegurança para a mesma. Porém, se não se vigia por um segundo, ela é capaz de inventar desculpas qualquer pra si mesma, pra correr pro mesmo lado que ele. Coração teimoso, sempre fazendo as escolhas erradas. Acho que pior que quebrar a cara, é ir no rumo disso, vislumbrando tal desfecho, mas não ter forças pra se conter. O ideal, seria afogar tal sentimento, abafar e deixo-lo imperceptível, mas quem disse que é só o coração dela que é teimoso?

Nenhum comentário:

COMENTE AQUI!

O que achou do post?

GAROTA DA BOSSA
ALL RIGHTS RESERVED 2014 ©
feito por Madu Negrini