17/07/2012

Memorial ao meu anjo da guarda


A vida é muito difícil pra quem sonha muito alto. Hoje eu acordei querendo fazer um curso que não tem na minha cidade, só tem em duas cidades do país, e é extremamente difícil e inviável morar nelas, por causa do custo de vida. Eu acordei pensando em quanto queria que as coisas fossem diferentes, e quanto queria ser capaz, de por si só, mudar algumas coisas. Mas não dá. A vida vai muito mais do que o meu querer mudar. As pessoas não mudam fácil, e nem são capazes de está sempre do seu lado. A vida é difícil, eu sei, mas não custa nada um momento de atenção ao próximo. Esses dias tenho aprendido o quanto esse carinho pelo outro é indispensável, o quanto devemos ajudar a quem precisa, e principalmente, os que vivem por aí nas ruas. A gente é egoísta, não dá valor ao que tem, e sempre almeja o melhor dessas picuinhas materiais que não valem nada. Faz parte do mundo globalizado, da mídia que coloca isso na nossa cabeça. Eu ainda tenho noção dessas coisas, não sou assim, totalmente bestializada e alienada. Eu sei da necessidade do ser humano em ser tratado bem, e sei também que não é a marca de roupa que devia ditar isso. Fazia tanto tempo que não resguardava um tempo do meu dia realmente pra agradecer a Deus por todas as coisas boas que tenho, sem ser aquela oração rápida de antes de dormir. Relembrei um pouco dessa minha fraqueza em ser humano, em precisar do próximo, em querer seguir meus sonhos, e acordar, novamente, acreditando. É muito fácil os outros chegarem pra mim e falar que eu vou conseguir, se sabem que eu não tenho muitos instrumentos. É muito fácil querer que eu seja diplomata, sem ajudar nos recursos. É difícil pra mim sustentar esse meu sonho sozinha, mergulhada na realidade e dificuldade que é chegar até lá desse jeito. Falar não adianta, as pessoas tem que realmente se importar mais com os outros e ter um cuidado especial. Tenho aprendido que a gente deve ceder um pouco do nosso tempo pra quem precisa de cuidado, pra quem a gente pouco ver e que gostam tanto da gente. Perdi recentemente, alguém que acreditava muito no meu potencial, acreditava e confiava. Acreditava fielmente nos meus conhecimentos, na minha força de vontade, e até reclamava um pouco da minha falta de tempo pra ele. E eu só queria ter a oportunidade de primeiramente, te agradecer, por nunca ter desacreditado no meu potencial, sempre desejar a minha felicidade e em segunda mão, me desculpar, pelas vezes que não fui tão presente nos últimos dias. Eu te amo muito, vôzinho!!

Nenhum comentário:

COMENTE AQUI!

O que achou do post?

GAROTA DA BOSSA
ALL RIGHTS RESERVED 2014 ©
feito por Madu Negrini