19/10/2012

Meu orgulho feminista


Vivemos em uma sociedade moderna, mas ainda com resquício do machismo enraizado desde a Antiguidade. As desigualdades sociais continuam, as mulheres são estereotipadas como sendo do sexo frágil, mas não é essa a opinião que compartilho. Na verdade, acho que nós mulheres somos mais fortes que muitos homens. Não quando se refere a bíceps, tríceps, actina e miosina e essas futilidades que os homens vivem se importando; mas quando se refere a força de dentro, a força que nos faz superar os obstáculos do mundo machista, um parto, a depilação, e também as épocas de TPM. É bastante comum encontrar mulheres que queriam que os homens tivessem dias como esses, que saíssem do sofá e fossem lavar a louça, cuidar dos filhos, ser bom pai, bom marido, e que botasse fim nessa mania de achar que futebol e cervejinha são mais importantes que levar a mulher pra um bom restaurante e fazer jus a expressão ''homem de verdade''. A questão é que nós mulheres estamos mudando essa visão. Ninguém mais tem necessidade de ficar a mercê de um homem, e nós agora, temos muito mais consciência da realidade. Não somos mais aqueles seres que se humilhavam pro marido, nem pedaço de carne, muito menos máquina de fazer filhos, como alguns séculos atrás. Agora a mulher tem consciência do que quer, estuda mais pra passar em concursos públicos, porque o preconceito ainda encontra lugar - e muito grande- nas instituições privadas. Não vou mentir dizendo que não me invoco com o fato de existirem homens de cérebro minúsculo ao ponto de achar que mulheres não podem estar no poder. Tanto podemos, quanto estamos, exemplo é a Presidente Dilma. Além disso, existe ainda o esteriótipo do homem como chefe e mulher como secretária, típico de empresas que não merecem meu respeito. Diferença salarial é outra coisa que me faz, ainda mais, detestar essa realidade. Convenhamos que nós mulheres, apesar de cuidarmos dos filhos, sermos boas mães, boas esposas - na maioria das vezes -, mais prestativas, mais preocupadas, damos conta de muito mais coisas que os homens, e ainda podemos ser ainda mais eficientes. O mundo mudou, mas a mente das pessoas ainda continua pequena em relação a isso. As desigualdades persistem em um mundo que clama pelo novo e que exige mudanças urgentes. Está na hora de repensar em como você trata sua mãe, sua mulher, sua avó e suas amigas. Mulher merece respeito, atenção e cuidado. É disso que precisamos.

 

3 comentários:

  1. Vitor ;)19.10.12

    Assino embaixo lindona, machismo, racismo, qualquer preconceito ou discrimacao eh a maior prova de ignorancia !!!

    ResponderExcluir
  2. Anônimo20.10.12

    homem não aguentaria tpm hahaha, somos demais!! =))) /Larissa

    ResponderExcluir

O que achou do post?

GAROTA DA BOSSA
ALL RIGHTS RESERVED 2014 ©
feito por Madu Negrini