23/02/2013

Entre Aspas: Quem ama, fica.


Quem ama, fica. Fica porque sair correndo pra longe é uma alternativa que simplesmente não existe como abandonar o local mais aconchegante desse planeta - aquele abraço que carrega um pouquinho da gente e nos passa uma paz absurda, calmante. Quem ama, tenta. Tenta porque pode não dar certo e não ser a primeira tentativa, mas enquanto houver palpitação nos segundos antes de ver ao vivo e mãos suando frio pelo medo de não dar certo de vez, é mais fácil se aprumar de comprometimento e dedicação que se acovardar sem nunca saber como poderia ter sido até então. Que ama, quer estar junto. À dois, justamente pela força da conexão que ainda existe, mesmo em dias que o sinal anda fraco e a gente acaba por não captar tão bem a sintonia. Quem ama não desiste. Até porque, desistir é tarefa pra gente fraca e esse lance de amor só cabe em quem é do tamanho da coragem - e poucos conseguem ser tão grandes por dentro. Quem ama, aprende. Ensina a si mesmo a respirar profundamente antes de descarrilhar emoções adversas, a contar até um milhão se for possível, a fazer da paciência uma aliada ao louco amor, porque só dessa maneira é possível funcionar em dupla. Quem ama pensa em futuro. E por pensar, diz. E por dizer, não se deixa levar pela maré de carnaval, amigos solteiros, crises e fases ruins. Escolhe conservar sonhos futuros e não deixa que aos poucos certezas ruírem e daqui uns meses sobre apenas ódio, nojo, indiferença. Quem ama se preocupa. Acha simplesmente impossível seguir vivendo sem saber se ela voltou a comer chocolate e foda-se se possui lactose, não lida bem com a convivência de nunca mais saber se ele foi à academia e o sabonete para o rosto anda fazendo efeito. Quem ama, cuida. Toma-se do maior cuidado do mundo pra que muita gente não pragueje contra o objeto de amor, cultiva uma admiração que vai além dos campos sentimental e psíquico, tenta andar na linha pra que brigas eternas não se repitam e gerem apenas choradeira e rancor. Quem ama, sofre. Machuca ter e não estar bem; dilacera não ter e não saber como seria se tudo ao estágio maravilhoso retornasse. Mas mesmo assim, luta. Até o fim porque a gente se perde nesse labirinto chamado vida, cheio de difíceis escolhas e tentações, mas com o escudo da vontade própria e um pingente que cintila perto do peito fica mais fácil gladiar contra os percalços no meio do caminho. Quem ama se desespera. Sai um pouco de si porque a simples ideia de perder alguém que na prática não nos pertence mais é exasperador. Quem ama se compromete. Dá a palavra, assina contratos verbais, se faz presente na vida diária, porque o cotidiano conta pontos intermináveis quando é lotado de tanto carinho. Quem ama, volta. Se permite voltar de ideia. Cai em si no tempo exato, leva em consideração horas ruins e momentos maravilhosos, se nega a ver como lembrança a paz de acordar do lado e dormir bem uma noite inteira por ser quase completo ali. Pondera na balança toda a felicidade grotesca de estar juntos e o infortúnio do desgaste que o passar do tempo obra na relação. Quem ama quer, quem ama precisa, quem ama dá a mão, mesmo no calor, pra ter a certeza de não soltar nunca mais. É por isso que até agora eu não sei porque ele se foi. Talvez, pelo mesmo motivo incompreensível de estar aqui, ainda. Sozinha.

Texto da Camila Paier. Eu escolhi esse texto, porque primeiro, admiro muito a Camila! Ela foi uma das pessoas que mais me inspiraram quando estava começando o blog, quando a maioria dos meus posts eram textos também. Além do mais, a Camila fala com o coração, consegue expressar tudo o que sente em palavras, e está no mesmo barco que eu, um pouco diferente, mas muito parecido. Pra quem quer visitar o blog dela, cliquem aqui.
Beijão lindões, e comentem!!


6 comentários:

  1. Não gosto de textos românticos mas de fato a moça sabe expressar seus sentimentos.

    minhaladainha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Ai que lindo esse texto da Camila.
    Acho que todo mundo que está amando, sendo correspondido ou não amou o texto, se viu dentro da historia e no final ficou triste.
    Quase chorei, junta TPM com todos os meus problemas amorosos. Dá nisso.
    Bjoo

    Jél

    mydiarybyjessi.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ownnn Jél, verdade!! O texto é maravilhoso, pena que no final a gente morre de tristeza com as palavras da Camila!!
      Que bom que gostou <333 Beijão!!

      Excluir
  3. Nossa adorei o texto super legal, estou seguindo seu cantinho amei aqui por demais, te convido pra conhecer o meu também, te espero por lá

    docemundocosmetics.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigadaa Bi!! Vou no seu sim <333

      Excluir

O que achou do post?

GAROTA DA BOSSA
ALL RIGHTS RESERVED 2014 ©
feito por Madu Negrini